,

A casa pintada

R$10.00

John Grisham sempre ouviu com atenção as histórias contadas por sua família. Acrescentou a elas a experiência de infância nos campos de algodão do avô, em Arkansas, Sul dos EUA, e uma dose de ficção. O resultado é A casa pintada, uma novidade na carreira de um dos mais lidos escritores americanos, consagrado no gênero legal thriller. Desta vez não há advogados, o protagonista Luke Chandler tem apenas sete anos, é fã de beisebol, do famoso time de St. Louis, os Cardinals, e de seu principal jogador, Stan Musial. Trabalha na colheita de algodão e conta em detalhes os episódios que envolveram a difícil safra do ano de 1952. Os costumes e valores de uma típica cidade do interior, as aventuras, dramas e o suspense são oferecidos ao leitor sob uma perspectiva infantil. O título da obra tem origem numa história contada pela mãe do escritor. Ela lembra que uma colega da escola lhe disse: “Você não sabe do que estou falando porque mora numa casa pintada.” A pintura era sinal de status em Black Oak, nos anos 50. Tijolos eram sinônimo de riqueza. Tanto Pappy quanto Jesse lutaram em guerras, e os personagens foram inspirados no marido de uma tia. O autor saiu de Black Oak aos sete anos, era obcecado pelos Cardinals e ouvia as partidas de beisebol no rádio na primavera, quando o algodão já estava plantado.

 

 Livro usado, edição brochura, com 394 páginas, sem grifos ou anotações, . Pontas e bordas da capa com sinais de manuseio. Extremidades externas das páginas amareladas com manchas de oxidação, Ano 2001 / Editora rocco/ Tamanho/ Medio 21x13x2

Disponibilidade: 1 em estoque

SKU: le1g128 Categorias: ,

John Grisham sempre ouviu com atenção as histórias contadas por sua família. Acrescentou a elas a experiência de infância nos campos de algodão do avô, em Arkansas, Sul dos EUA, e uma dose de ficção. O resultado é A casa pintada, uma novidade na carreira de um dos mais lidos escritores americanos, consagrado no gênero legal thriller. Desta vez não há advogados, o protagonista Luke Chandler tem apenas sete anos, é fã de beisebol, do famoso time de St. Louis, os Cardinals, e de seu principal jogador, Stan Musial. Trabalha na colheita de algodão e conta em detalhes os episódios que envolveram a difícil safra do ano de 1952. Os costumes e valores de uma típica cidade do interior, as aventuras, dramas e o suspense são oferecidos ao leitor sob uma perspectiva infantil. O título da obra tem origem numa história contada pela mãe do escritor. Ela lembra que uma colega da escola lhe disse: “Você não sabe do que estou falando porque mora numa casa pintada.” A pintura era sinal de status em Black Oak, nos anos 50. Tijolos eram sinônimo de riqueza. Tanto Pappy quanto Jesse lutaram em guerras, e os personagens foram inspirados no marido de uma tia. O autor saiu de Black Oak aos sete anos, era obcecado pelos Cardinals e ouvia as partidas de beisebol no rádio na primavera, quando o algodão já estava plantado.

 

 Livro usado, edição brochura, com 394 páginas, sem grifos ou anotações, . Pontas e bordas da capa com sinais de manuseio. Extremidades externas das páginas amareladas com manchas de oxidação, Ano 2001 / Editora rocco/ Tamanho/ Medio 21x13x2

Peso 0.550 kg
Dimensões 2 × 13 × 21 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A casa pintada”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de compras
A casa pintada
R$10.00

Disponibilidade: 1 em estoque